Anais do VI Congresso de Letras: Linguagem e Cultura: Múltiplos Olhares, 2007

AFASTAMENTO DOS PROFESSORES DE 5ª À 8ª SÉRIES DA REDE MUNICIPAL DE IPATINGA DA SALA DE AULA: PRINCIPAIS CAUSADORES

Patrícia Gomes Costa, Amédis Germano dos Santos

Resumo


O trabalho na vida dos indivíduos possui vários significados: se por um lado faz o ser humano sentir-se feliz, realizado, por outro também pode se transformar em elemento patogênico tornando-se nocivo à saúde. Estudos realizados em todo mundo apontam que os educadores correm o risco de sofrerem esgotamento físico e mental, levando-se em consideração as dificuldades materiais e psicológicas, profissionais associadas ao exercício da docência. A pesquisa realizada teve como objetivo analisar os principais causadores do afastamento da regência dos professores de 5ª à 8ª séries da rede municipal de Ipatinga. Para o trabalho Foi realizado um levantamento das licenças médicas ocorridas entre de julho de 2004 a julho de 2005, o que totalizou 594 afastamentos. Os resultados apontam uma situação preocupante, pois, os professores tem se afastado cada vez mais freqüentemente da sala de aula devido a estes problemas. O excesso de trabalho muitas vezes associado à péssima qualidade de vida destes profissionais pode ser alguns dos fatores que tem agravado este quadro. Melhorar a qualidade de vida e realizar um trabalho preventivo com estes profissionais preparando-os para o dia-a-dia escolar bem como diminuir as situações geradoras de stress podem ser alternativas que diminuam os índices. Traçar linhas de ação que consolidem uma política de valorização do trabalhador em educação é um dos produtos esperados pela pesquisa para se minimizar estes afastamentos do trabalho.

Texto Completo: PDF