Revista de Ciências, Vol. 8, No 3 (2017)

Comunidade Zooplanctônica da represa Epamig, Lavras, Minas Gerais, Brasil

Giovanni Guimarães Landa, Adriele Santos Van Der Maas, Julianna Gomes Figueiredo

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar a composição do zooplâncton da Represa Epamig, localizada no Campus da Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais. As amostras foram obtidas mensalmente, de junho de 1997 a junho de 1998, em duas estações de amostragem (centro e margem), através de arrastos verticais usando uma rede cilindro-cônica
de 35 μm de abertura de malha. Amostras de água também foram coletadas para análises físicas e químicas (temperatura, pH, oxigênio
dissolvido, alcalinidade total e condutividade elétrica), com garrafas Van Dorn de 5 litros de capacidade, na profundidade do disco Secchi. A comunidade zooplanctônica foi representada por 45 táxons (22 Rotifera, 13 Protozoa, 7 Copepoda e 3 Cladocera). Dentro do grupo mais rico, rotíferos, as espécies mais frequentes foram Anuraeopsis fissa, Keratella
americana, K. cochlearis e Polyarthra vulgaris. O segundo grupo com maior número de táxons foi o representado por tecamebas com espécies consideradas amplamente distribuídas.

Texto Completo: PDF