Revista de Ciências, Vol. 5, No 2 (2014)

Reabilitação profissional: o impacto na qualidade de vida dos trabalhadores sob a ótica do instrumento SF-36

Juliana de Barros Silva, Luciana Ulhôa Guedes, Jaqueline Teixeira, Ronan Delfim Machado

Resumo


O trabalho exerce um papel importante na construção da identidade e subjetividade do trabalhador. Estar impossibilitado de exercer o trabalho pode comprometer a saúde e o bem estar do ser humano. A Reabilitação Profissional é uma possibilidade de reinserção ao trabalho de empregados afastados por motivo de doença ou acidente e incapacidades diversas. Pretendeu-se, através do protocolo SF-36, demonstrar o impacto na auto-percepção da qualidade de vida, de vinte e quatro empregados reabilitados que participaram de um programa de retorno ao trabalho, realizado em uma indústria siderúrgica do Vale do Aço – MG. Apesar de ser um processo complexo e dotado de desafios, a reabilitação profissional proporciona o resgate da capacidade laboral e possibilita o desenvolvimento de novas habilidades, permitindo ao empregado retornar ao trabalho de maneira produtiva e com qualidade de vida. Os resultados apontaram que estar reinserido no mercado de trabalho, proporcionou melhora da qualidade de vida dos participantes da pesquisa, aferida em relação à capacidade funcional, aspectos físicos, dor, estado geral de saúde, vitalidade, aspectos sociais, aspectos emocionais e saúde mental.

Texto Completo: PDF