Revista de Ciências, Vol. 7, No 3 (2016)

Fundamentos e aplicação clínica dos testes laboratoriais utilizados para o teste de gravidez

Ana Mirella Muniz Barbosa, Gláucia Monteiro Oliveira, Jéssica Vieira Barros, Marcella Moreira Souza Andrade, Roberta Nantes Costa, Thainah Pereira Rocha, Gustavo Fonseca Genelhu Soares

Resumo


Este estudo teve como objetivo dissertar sobre os exames laboratoriais e clínicos para diagnosticar a gravidez, assim como os fundamentos e aplicações práticas, além de identificar os exames escolhidos pelas mulheres entrevistadas e o que elas julgam mais fidedigno. Foi realizada
uma pesquisa quantitativa, em postos de saúde da família, na cidade de Caratinga, MG, com vinte mulheres de quatorze a trinta e nove anos, e uma pesquisa qualitativa baseada em artigos do Google acadêmico e Bireme. Constatou-se que a maioria dessas mulheres utilizou o exame de urina beta HCG para confirmar a gravidez, mesmo ele sendo o menos
indicado pelos médicos. Provavelmente, isso se deve ao fato da melhor acessibilidade e baixo custo do exame, além de não precisar de um profissional ou uma clinica, podendo ser realizado em casa pela própria mulher. Já como o mais confiável, elas supuseram ser o exame de sangue beta HCG, devido a uma disseminação cultural que este confirma
a gravidez sem nenhuma possibilidade de um falso-positivo. E ainda foi concluído que o exame de ultrassonografia é o mais fiel, pois ele mostra o feto em tempo real, apesar de não ser o mais escolhido pelas mulheres.

Texto Completo: PDF