Revista de Ciências, Vol. 7, No 3 (2016)

Incidência da Doença de Chagas no Brasil

Cecília Lopes Nobre, Chayenne Emanuelle Sales Araújo, Gabriela Gonçalves Campos, Lóvily Duarte Toledo Paiva, Luiza Moura Carraro, Thaís Brasileiro Fava Leite, Melissa Araújo Ulhôa Quintão

Resumo


A Doença de Chagas, popularmente conhecida no Brasil como “Mal de Chagas”, é uma doença tropical parasitária transmitida através da inoculação de fezes contaminadas do Triatoma infestans – ou, barbeiro
–, em feridas provocadas pelo próprio vetor dessa patologia. A contaminação se dá pela presença da forma infectante do Trypanossoma
cruzi, o protozoário causador dessa afecção e que, na maioria dos casos, necessita de um hospedeiro intermediário para progredir com o seu ciclo de vida. O T. infestans é encontrado na América Central e América do Sul, tornando esses locais mais propensos à aparição da doença. Assim, com o levantamento de dados no presente estudo, observou-se a incidência da doença de Chagas no Brasil, especificamente nas microrregiões de risco para transmissão e de referência do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para
tal fato justifica-se a influência de fatores de risco para a progressão
da doença, como moradia de baixa qualidade – local de fácil alojamento do vetor e sua consequente colonização –, saneamento básico inapropriado, falta de inspeção dos recursos alimentícios, desmatamento
de áreas ciliares e privação de renda e escolaridade dos indivíduos residentes nas regiões em estudo. Evidenciando-se, assim, a ocorrência da Doença de Chagas no país associados a condições que provocam os indícios ou sinais da moléstia.

Texto Completo: PDF