Revista de Ciências, Vol. 7, No 2 (2016)

Análise da qualidade do amido utilizado como matéria-prima nas farmácias magistrais de Caratinga/MG

Herick Campos Ferreira, Gisele Vitali Teixeira Dias Laignier, Roberta Lara Napoleão Nogueira, Manoel Vinícius Vasconcelos Guzella, Daso Ribeiro Moreira, Ronny Francisco de Souza, Denise Cortês Fonseca

Resumo


O amido é uma das principais matérias-primas usadas em farmácias magistrais, isso se deve ao seu baixo custo e por não apresentar alto índice de intoxicações ou incompatibilidade entre os fármacos. Objetivo: Analisar e comparar custo versus qualidade da matéria prima amido
de três farmácias magistrais de Caratinga-MG. Metodologia: As amostras foram obtidas por meio de compra em farmácias magistrais da cidade de Caratinga-MG, realizou-se os métodos de teor de cinzas, umidade, teste microscópico, microbiológico, identificação, solubilidade e de descrição. Resultados e Discussão: Notou-se que as amostras estão de
acordo com o que preconiza a Farmacopéia Brasileira 5ª edição, demonstrando que os estabelecimentos estão preocupados quanto à qualidade da matéria prima que tenha finalidade medicamentosa. Considerações finais: Pode-se evidenciar que o custo da matéria prima não interferiu em sua qualidade.

Texto Completo: PDF