Revista de Ciências, Vol. 7, No 1 (2016)

Identificação e Fitossanidade da arborização nas principais praças da cidade de Caratinga, Minas Gerais

Diandra Fioravante Corcini Nepomuceno, Aline Bruna Silva Marinho, Emanuel Teixeira da Silva

Resumo


A arborização urbana desempenha um papel fundamental para a qualidade de vida da população das cidades. Para tanto, a escolha de espécies adequadas para o local e a mão de obra qualificada tornam-se ferramentas essenciais para o bom desenvolvimento das áreas verdes nos centros urbanos, aliados ao planejamento urbano adequado. O presente trabalho teve como objetivo realizar um levantamento quali-quantitativo das árvores das principais praças da cidade de Caratinga,
Minas Gerais, bem como analisar a fitossanidade das mesmas e a necessidade de poda e/ou substituição de exemplares. Foi obtida
uma população de 157 árvores, pertencentes a 17 famílias botânicas.
A família de maior ocorrência foi Arecaceae, com três espécies e 53,4% dos indivíduos. Em duas praças encontra-se um predomínio significativo de uma única espécie, podendo acarretar no desenvolvimento de pragas, que podem prejudicar a saúde das árvores. Considerando a origem das árvores há um predomínio de espécies exóticas. Foram encontrados apenas dois exemplares com podas inadequadas, e um exemplar que apresenta contato com fios condutores de energia. Na avaliação geral das árvores pode-se assumir que as árvores encontradas estão em boas condições fitossanitárias, sendo somente 39 plantas (25,2%) com pequenos problemas oriundos de patógenos e insetos-pragas.

Texto Completo: PDF