Revista de Ciências, Vol. 6, No 3 (2015)

Impulsividade atencional permanece ao longo do período entre a infância e adolescência em amostra de estudantes brasileiros

Edcarlos Freitas Pinto, Yasmine Leal Graize, Daniela Fonseca Genelhu Soares, Ricardo Luís Aguiar Assis

Resumo


Introdução: A impulsividade é um construto complexo caracterizado por diferentes padrões cognitivos e comportamentais, tais como dificuldade de aguardar um evento, inibir respostas prepotentes e comportamentos inapropriados para o contexto e tomar decisões sem considerar os efeitos em longo prazo. Objetivo: Avaliar a impulsividade em dois grupos de adolescentes com idades diferentes e comparar os resultados. Métodos: Participaram do estudo 200 alunos atendidos no Centro de Assistência a Saúde CASU- UNEC-Minas Gerais. A amostra foi dividida em dois grupos, sendo o (Grupo 1) com 100 adolescentes idade entre 11 e 15 anos e (Grupo 2) com 100 indivíduos idade entre 16 a 20 anos. Os probandos foram submetidos a responder os seguintes instrumentos: Questionário Sócio – Demográfico; e a Escala Barratt de Impulsividade (BIS - 11). Foi empregado o teste não paramétrico de Mann- Whitney para analise dos dados. Resultados: No teste de hipótese o grupo mais jovem apresentou maior média nos três fatores da BIS - 11, porém as diferenças não foram significativas, exceto para impulsividade atencional (p

Texto Completo: PDF