Revista e-saúdecasu, Vol. 2, No 1 (2017)

Perfil epidemiológico de pacientes infectados com febre amarela no município de Imbé de Minas

Isabella Pêgo Miranda Netto, Lorena Mendes Oliveira, Louise Gomes de Carvalho, Gabriel Filipe Pereira, Izabella de Castro Cabral, Camila Milene Fernandes da Silva, Elsa Fernandes da Silva, Ronny Francisco de Souza

Resumo


Introdução: A febre amarela é uma doença infecciosa não contagiosa, causada pelo vírus do gênero Flavivirus e transmitida ao homem pela picada do mosquito hematófago do gênero Aedes e Haemagogus. Objetivo: Descrever o Perfil Epidemiológico de pacientes com febre amarela no município de Imbé de Minas fazendo uma associação entre prevalência, grau de risco dos sintomas apresentados e ocorrência da doença considerando possíveis fatores de risco. Metodologia: A pesquisa ocorreu no Município de Imbé de Minas, situado na microrregião de Caratinga e na mesorregião do Vale do Rio Doce. A coleta de dados foi feita a partir de informações disponíveis nas notificações dos pacientes, no período de setembro/2016 a fevereiro/2017. Resultados: Registrou-se dados relativos a oito pacientes que foram diagnosticados com febre amarela. Avaliou-se o gênero, fase do ciclo de vida, etnia, residência,
ocupação, vacinação, sintomas e o consumo de bebida alcoólica. A suscetibilidade à febre amarela é geral e ilimitada. No entanto, estudos alegam que as áreas de florestas são onde apresentam mais risco e os mais acometidos são residentes e trabalhadores de áreas rurais. A vacina é o meio mais eficaz para prevenir e controlar a doença. Conclusão: Os pacientes diagnosticados com febre amarela no município de Imbé de Minas apresentaram um perfil de predomínio do sexo masculino, de cor branca, na terceira década de vida e a maioria fazia uso de álcool.

Texto Completo: PDF