Revista e-saúdecasu, Vol. 2, No 1 (2017)

Perfil clínico e epidemiológico dos casos de sífilis em grávidas no município de Caratinga - MG

Valquíria A. Fonseca, André Luis Ferreira Siqueira, Débora Ribeiro Dutra, Gabriel Henrique Alves Fagundes, Leonardo Liberato, Maria Mariana Abras Ferreira, Matheus Barbieri das Dores, Paulyran Ferreira y Silva, Raquel Rodriguês da Silva, Renato Valente, Ronny Francisco de Souza, Viviane Mendes de Lacerda

Resumo


A sífilis é uma doença sexualmente transmissível considerada um problema de saúde pública que causa grande repercussão e danos sociais as populações e afeta igualmente todas as camadas sociais. No Brasil, o número de casos notificados tem aumentado gradativamente todos os anos. Em 2013 foram notificados mais de 20 mil casos. Considerando a magnitude deste problema de saúde pública e sua gravidade, este estudo teve como objetivo descrever o perfil epidemiológico e clínico de todos os casos de sífilis residentes de Caratinga e notificados pelo sistema de informação de agravos de notificação e determinar a frequência e como foi realizado o tratamento das gestantes envolvidas. Este estudo caracteriza-se como um estudo do tipo seccional, envolvendo as gestantes diagnosticadas com sífilis que foram assistidas no período de janeiro de 2016 a janeiro de 2017. De acordo com o estudo realizado, evidenciou-se a deficiência do controle da sífilis gestacional na cidade em questão devido a não notificação dos novos casos. Trata-se de uma tendência nacional o surgimento de novos casos da doença, e esses números podem não ser corroborados devido a não notificação dos novos.

Texto Completo: PDF