Boletim Epidemiológico do CASU, Vol. 1, No 2 (2019)

Epidemiologia dos cados de diarreia atendidos no Hospital Irmã Denise - CASU entre 2014 e 2017

Alice Assunção Silva, Bruna Kristine Ferreira Mesquita, Gabriel Henrique Alves Fagundes, Felipe Alvim Silveira Diniz Machado, Ian Ramos Simões Santos, Isabela Reis de Sá, Larissa Bretas Macedo, Patrícia da Silva Santos, Gustavo Fonseca Genelhu Soares

Resumo


A diarreia é o quadro em que ocorre mudança no hábito intestinal do indivíduo, como o aumento do peso das fezes, da quantidade da parte líquida e da frequência de evacuações. Geralmente, mais de uma dessas características estão presentes. Esta patologia acontece quando há excesso de fluido nas fezes, por anormalidades na secreção ou na absorção. O mecanismo de absorção ocorre quando há aumento da osmolaridade luminal, como acontece, principalmente, na diarreia associada ao rotavírus. Já o mecanismo secretório ocorre quando há um estímulo dos mediadores da secreção por meio de toxinas produzidas por patógenos bacterianos ou de mediadores da inflamação. Do ponto de vista das perdas fecais, o que diferencia basicamente os dois mecanismos é a perda de sódio, que é mais elevada na secretória.

Texto Completo: PDF